quarta-feira, 2 de julho de 2008

pra ler um pouquinho mais !

sobre: fugacidade

Da fugacidade do presente depende a eternidade do futuro.

O que é o hoje, senão, uma tentativa de alcançarmos o amanhã?
O presente nem ao menos é presente e logo se torna passado. O futuro ainda não existe e fazemos dele o nosso presente. Como viver o hoje em sua plenitude e deixar que o amanhã se aproxime calma e lentamente como a noite, que suavemente se sobrepõe ao dia?

O tempo em sua eternidade existe para aqueles que
vivem cada momento como se nada mais lhes restasse a fazer. De nada adianta medir o tempo por aquilo que passou, muito menos adiantará medi-lo pelo o que ainda estar por vir.

Ninguém, nunca, alcançou o futuro, a menos que tenha primeiro encontrado o presente.

Só o hoje, com toda a sua efemeridade, nos remeterá
ao amanhã. E a garantia do tempo em sua eternidade, só poderá ser experimentada pelo presente, que velozmente enterra o passado e nos remete ao futuro com toda a sua transitoriedade.

Eliane Pinheiro

Publicação: www.paralerepensar.com.br - 31/03/2008


Nenhum comentário: